Gifs para te lembrar que vai dar tudo certo

Vida nem sempre é bolinho, especialmente quando se é adulto. A gente até sabe que uma hora tudo vai ficar bem (ou, pelo menos, torce para que sim), mas nem sempre dá para controlar a ansiedade e o stress.

O importante é não se desesperar: assista à vídeos de bichinhos, tente meditar por uns minutos, tome água e, mais importante de tudo, cuide de si mesmo. É muito fácil olhar a vida pelas lentes da depressão e ansiedade, e esquecer que, de um jeito ou de outro, as coisas se ajeitam. 🙂 E você nem precisa de um estranho (no caso, eu), que mal sabe sobre a sua vida e seus problemas para te dar esse conselho.

Ou precisa? Inspirado pela ironia de receber mensagens motivacionais de estranhos, o designer Adam J. Kurtz reuniu alguns dos mantras pessoais dos seus seguidores do Twitter e vídeos da natureza para criar uma série de gifs que tem como único objetivo tornar seu dia melhor – um outro nível daquelas correntes de PowerPoint que sua tia mandava, sabe?

Podia ser brega, mas o resultado ficou muito legal! 😀 Afinal, a gente não precisa de um desconhecido dando conselhos, mas é bom mesmo assim saber que no fim tudo fica bem.

“Apenas siga em frente”

Esse me lembrou a Dory, de Procurando Nemo, e sua música-mantra continue a nadar, continue a nadar. É real, a gente tem que ir frente e ver no que vai dar. Uma hora ou outra, vai dar em algo positivo! 🙂

“Seja melhor do que você era ontem”

A gente sempre pode ser alguém melhor, e não tô falando de sucesso aqui não – estou falando de ser uma pessoa melhor, com atitudes corretas, mais empatia, mais solidariedade, mais respeito. Afinal, sempre tem espaço para mais amor nessa vida!

“É um dia ruim, não uma vida ruim”

A vida vai ter altos e baixos, e tem dias que são péssimos mesmo, fazer o quê. O importante é não distorcer as coisas e achar que um dia ruim faz uma semana ou uma vida ruim! E, por mais difícil que tenha sido, ainda sim a gente consegue encontrar razões para agradecer, tenho certeza.

“Muito abençoado para estar estressado”

Já falei, mas vale repetir: tem sempre um motivo para agradecer. Então não perca tempo se estressando com coisa pequena e tente voltar os olhos para o que te faz sorrir! 🙂

“O que a Cher faria?”

Você pode substituir Cher pelo seu ídolo ou alguém que admira. 🙂 Às vezes a gente encontra inspiração para seguir em frente graças às pessoas ao nosso redor, e é um exercício interessante imaginar o que outra pessoa faria no seu lugar para resolver uma situação complicada.

“É o que é.”

A frase parece tosca e não levar a lugar algum, mas no fim das contas, é isso aí: a vida é o que ela é, e cabe a gente tirar o melhor disso e fazer nossos dias valerem a pena – às vezes pode ser uma questão de perspectiva 😉

“Controle o que der, confronte o que você não puder”

Talvez a minha tradução tenha ficado meio tosca, mas acho que o jogo de palavras fica melhor em inglês. Essa expressão me lembra um verso de uma música que diz para “não acomodar com o que incomoda”. É também sobre ter a consciência limpa sobre o que você pode controlar e dar seu melhor, mas ao mesmo tempo procurar soluções e novos caminhos para os obstáculos que surgem.

SalvarSalvar

Você não precisa fazer todo mundo feliz! – Semana 34 #playlist

Nem todo mundo consegue se desligar da opinião dos outros com facilidade, e entender que você não deve nada a ninguém é um processo longo e que leva bastante tempo. Tem a ver com auto-aceitação mais do que qualquer coisa, e confiança, coisas que não vêm da noite pro dia.

Se você ouvir algum comentário destrutivo e que não leva a lugar nenhum, respire fundo, e deixe ir.

Essa playlist foi feita especialmente inspirada no livro Recados do bem e na semana representada no título. Se você está acompanhando a leitura, aproveite! Toda semana, divulgamos uma nova no nosso perfil do Spotify. Se você ainda não acompanha a gente, segue lá agora: indiretasdobem.com/play!

Seu corpo precisa de atenção: sintomas e causas da neuropatia

Cuidar da nossa saúde deveria ser sempre uma prioridade, mas a gente sabe que nem sempre isso acontece. Eu mesma sou a rainha de deixar a saúde de lado, me enrolo com trabalho, com as coisas de casa, lavar roupa, fazer comida, cuidar dos meus gatos…Quando eu vou ver, já cuidei de tudo, menos da minha saúde. E quando falo de cuidados com nosso corpo, não é só comer direitinho e passar protetor solar, viu? Vai muito além disso! Já parou pra pensar que nossos nervos também precisam de cuidados?

Tenho certeza que muita gente nunca pensou nisso, mas manter os nervos saudáveis é essencial para a saúde do nosso corpo. É o sistema nervoso que nos permite perceber, compreender e responder ao mundo ao nosso redor, então aprender mais sobre ele faz você entender como as sensações estão conectadas com os nervos. Quanto mais você sabe, mais você pode protegê-los e mantê-los saudáveis.

Pensando nisso a Merck, empresa alemã de ciência e tecnologia mais antiga do mundo, é embaixadora da Escute Seus Nervos, uma campanha bem importante de conscientização da neuropatia no Brasil e no mundo. Muita pessoas têm sintomas de tique, formigamento e dormência, mas não pensam em procurar um médico para checar e acabam se acostumando a viver com eles. Esses sintomas podem ser indícios de neuropatia e, por isso, é muito importante procurar um especialista.

Quem pode sofrer de neuropatia?

Homens e mulheres com mais de 40 anos e pertencentes aos principais grupos de risco:

  • Idosos
  • Fumantes
  • Alcoólatras
  • Diabéticos
  • Pessoas com deficiência de vitamina B

Além do grupo de risco é preciso ficar sempre atento à nossa saúde e os cuidados com nosso corpo. Existem outras dezenas de grupos que, sujeitos a outras condições de saúde, podem aumentar o risco de distúrbios nos nervos. Por isso, separamos algumas dicas importantes para você cuidar um pouquinho mais da sua saúde.

Três passos para tomar mais cuidados com o nosso corpo:

Aprender a escutá-lo

Você já apresentou algum desses sintomas?

Quando algo não está certo, nosso corpo manda sinais que muitas vezes acabamos ignorando. Você pode não ter consciência de que simples desconfortos no corpo, como formigamento ou dormência, podem ser um sinal de que o seu sistema nervoso pode estar comprometido.

Todos estes sintomas de comprometimento do nervo tendem a ser mais graves em repouso, especialmente à tarde ou à noite, e, portanto, atrapalham o sono. Se um ou mais sintomas estão presentes e são persistentes, visite seu médico.

Conheça seus nervos e cada pedacinho deles

Conhecer mais o seu corpo ajuda a identificar os sintomas de neuropatia com mais facilidade. Por exemplo, quantas vezes você sentiu dormência no braço ou formigamento nas mãos ou pés? Sim, é algo que podemos sentir pelo menos uma vez na vida, mas se for algo frequente é preciso ficar atento e ir ao médico.

Muitas vezes a gente acaba deixando esses sinais de lado por conta do cansaço da rotina, mas quanto antes diagnosticarmos a neuropatia, mais efetivo pode ser o seu tratamento graças à capacidade dos nervos em se regenerarem.

Seu corpo, seu templo

Você não precisa ter apresentado lesões nos nervos para começar a cuidar deles. O fato é que, se você faz parte de um grupo de risco, você deve começar antes mesmo de sentir os sintomas. Mesmo quando o comprometimento do nervo é diagnosticado, existem algumas dicas simples que você pode considerar junto com as recomendações do seu médico:

Evite movimentos repetitivos e manter a postura curvada

Se você trabalha sentado por muito tempo, tente se levantar de vez em quando para esticar as pernas e os braços durante alguns minutos. Além de ajudar em pausas para o seu trabalho render melhor, você trabalha as articulações e nervos.

Exercite-se regularmente

Você pode escolher entre caminhar ao invés de dirigir, passear com seu dog, se exercitar com os amigos, sair para dançar… Seu humor e sua saúde serão positivamente impactados.

Cheque seus níveis de vitamina B regularmente

Todas as vitaminas B neurotrópicas são essenciais para a manutenção da saúde dos nervos. Se você é vegetariano, vegano ou segue alguma dieta restritiva que pode desencadear deficiência de vitaminas, cheque-as regularmente. Pergunte ao seu médico se você precisa de alguma suplementação ou adaptar a dieta para garantir a saúde dos nervos.

Cuide da sua saúde e também de seus pais e familiares! Muitas vezes é até mais fácil identificar sintomas de neuropatia em outras pessoas, como um tique, por exemplo.

Se você apresenta qualquer sintoma que comentamos aqui, ou conhece alguém que apresente, procure seu médico, só ele poderá te passar um diagnóstico completo e preciso. Seu médico é seu melhor amigo nessas horas, não tenha medo de conversar com ele 🙂

O site do Escute Seus Nervos da Merck é super completo e fácil de consultar mais detalhes sobre a neuropatia. Olha só: https://www.escuteseusnervos.com.br

BRA-NEU-1706- 0059 / Agosto 2017