Nunca é tarde para o amor: casal tira fotos do casamento 60 anos depois

foto: São Paulo Fotografia

Se eu estou chorando? Não, imagina é só um cisco no meu olho! 🙂 Dona Rosa e Seu Russo não tinham registro algum do dia em que celebraram o casamento em 1957. Coisa simples, sabe? O avô preparou o quintal, a madrinha costurou o vestido e a tia quem fez o bolo. Família reunida, muito amor e tudo guardado na lembrança…

Uma história de foi contada e recontada inúmeras vezes e que cresceu e se multiplicou: nove filhos, dezesseis netos e quatro bisnetos depois, muitas outras aventuras na conta. Na época em que disseram sim um ao outro, os dois não tiraram nenhuma foto da cerimônia e tinham apenas a memória. Você pode até falar que isso é o que mais importa – e eu concordo! –, mas é muito especial ter registros físicos dos momentos que vivemos. Toda vez que você olha uma foto, uma carta ou algum pedacinho daquilo, é quase como entrar numa máquina do tempo e ser inundado novamente pelos mesmos sentimentos e sensações. Ainda mais momentos tão especiais assim!

Sessenta anos depois, o casal ganhou um resgate das memórias e de toda uma vida compartilhada – decidiram celebrar novamente o dia do casamento e reafirmar todo esse amor um pelo outro. De novo, uma cerimônia simples, no quintal. Mas dessa vez, com uma sessão de fotos e vídeo para guardar para sempre com a chance de poder reassistir quantas vezes quiserem!

foto: São Paulo Fotografia
foto: São Paulo Fotografia

As fotos e o vídeo são muito emocionantes e delicados, dá para ver que continua transbordando amor dali. O jeito que eles se olham e sorriem, dá vontade de fazer awwwnnn quando a Dona Rosa tá no balanço e o Seu Russo segura o buquê.

Ai, tá vendo? É outro cisco, que coisa!

O registro lindo foi feito pelo São Paulo Fotografia e ter esse vídeo na minha timeline do Facebook fez meu dia e deu vontade de compartilhar por aí!

Seja sua própria inspiração – Semana 39 #playlist

Estamos duramente acostumados a projetar nos outros a nossa inspiração, né? Comentamos por aí o quanto algumas pessoas moldam o jeito como pensamos e como são influências extremamente positivas na nossa vida.

Ter alguém como “musa” ou “muso” de inspiração não é errado, mas quantas dessas vezes você já diminuiu sua própria voz para aumentar a voz de outras pessoas? Quando você confia em si mesmo, é muito mais fácil alcançar a plenitude e se tornar uma pessoa mais sábia e confiante.

Essa playlist foi feita especialmente inspirada no livro Recados do bem e na semana representada no título. Se você está acompanhando a leitura, aproveite! Toda semana, divulgamos uma nova no nosso perfil do Spotify. Se você ainda não acompanha a gente, segue lá agora: indiretasdobem.com/play!

Sobremesas deliciosas e veganas: é possível!

vegano

Sabe aquilo de fazer o melhor que você pode usando aquilo que você tem? É basicamente assim que os veganos vivem sempre: fazendo coisas incríveis a partir do que as pessoas considerariam pouco.

O que muita gente espalha por aí sobre veganismo não é nem 1% do que aquilo que o veganismo realmente é, e pessoalmente, isso foi uma coisa que eu aprendi com a minha amiga Flora: é muito difícil algum ingrediente que não tenha um substituto vegano igual ou, muitas vezes, ainda melhor!

sobremesas veganas

Como o veganismo tem conquistado cada vez mais espaço de discussão na internet, há um tempinho atrás o Jose, um jovem de 16 anos, ficou famoso por postar fotos no Instagram das sobremesas veganas que ele faz, e é cada uma mais linda e incrível que a outra.

sobremesas veganas

sobremesas veganas

É exatamente o tipo de post que a gente gosta: inspira a gente a olhar pras coisas com uma nova perspectiva, nos incentiva a procurar mais sobre outros pontos de vista e faz parte daquela categoria única de comidas lindas, né? 😉 Quem lembra do post que fizemos sobre arte no café e sobre perfis fofinhos pra seguir no Instagram?

vegano

vegano

Tem até uma das receitinhas <3

Disclaimer: não aconselhamos nenhuma mudança alimentar sem antes uma consulta com algum especialista, ok? 😉 Seu corpinho é sagrado, cuide bem dele!