Adaptando o bullet journal para sua rotina: seja ela qual for!

Recentemente, eu (Duds) e a Maki, lá do Desancorando, lançamos juntas um projeto sobre bullet journal. Já que ela é a rainha do ~bujo na internet, ela vai fazer uma série de diversos posts explicando tim-tim por tim-tim como faz para estruturar o seu, muito embora não exista um livro de regras, e sim um compilado de sugestões que funcionam pra maioria das pessoas.

A frase mágica é “funcionam pra maioria das pessoas”, ou seja: pode ser que certas coisas não funcionem pra você, e já falamos disso aqui no blog.

Pensando nisso, eu peguei os 4 “usos” para o bullet journal que a Maki fala lá no post dela, e vou usar exemplos de layouts pra você se inspirar a fazer o seu! Vamos? 🙂

Quero me organizar

A esmagadora maioria das pessoas procura esse método por precisar se organizar na vida, e a razão disso às vezes não é uma só e sim várias: você precisa estudar, você precisa controlar seus gastos e pagamentos, você precisa fazer um calendário de freelas… E por aí vai.

Pensando como um estudante, um bullet journal pode ser a diferença entre um semestre organizado e um desorganizado, se você, como eu, não era muito bom em acompanhar datas.

O vídeo mostra que, um bujo para um estudante pode incluir:

  • Calendário de provas e eventos da Universidade/escola
  • Tabela de notas
  • Horário de aulas
  • Checklist de trabalhos a fazer (e lista dos trabalhos já entregues)
  • Lista de matérias que você precisa estudar mais

E ele, assim como o bullet journal “normal”, pode ser COMO VOCÊ QUISER, desde claro e minimalista…

… até “bagunçado” e super enfeitado 😉

Quero estabelecer metas

Acho que esse é um dos mais interessantes, e eu nem vou falar muito dele já que a Pam Gonçalves (booktuber e autora) fez um vídeo incrível recentemente! Você sabia que dá pra organizar um bullet journal só com um objetivo específico? Pois é 🙂 Você pode:

  • Planejar uma viagem
  • Organizar seus planos de fazer um mestrado ou uma pós (colocando nele até os trabalhos e textos que você precisa entregar)
  • E, no caso da Pam, um bullet journal para seu processo de escrita!

Quero relaxar

Isso é pra você que, como eu, ama fazer pausas entre um trabalho e outro ou tem ideias em momentos aleatórios, e é um dos métodos que eu tenho usado atualmente junto com meu bullet journal tradicional, e posso dizer que funciona, viu?

Você pode usar o seu bujo pra relaxar de várias maneiras, entre elas:

  • Fazendo uma página de “despejo cerebral” (a que eu uso!), que é uma página linda e em branco onde você escreve O QUE QUISER, e o que passar pela sua cabeça e for digno de anotação. Por exemplo: nessa minha página eu já fiz letterings aleatórios, anotei processos de trabalho e ideias de contos que eu tenho.
  • Página de teste pra canetas
  • Página com citações inspiradoras ou até mesmo frases soltas que passem pela sua cabeça

Quero tirar coisas da cabeça

A tradução de bullet journal aqui no Brasil é “diário em tópicos”, e tem gente que use isso ao pé da letra: como um diário, e esse é um dos usos mais libertadores e que tem sido difundidos bastante, já que desabafar é super importante! Você pode:

  • Desabafar coisas que estejam te incomodando e você precise botar pra fora
  • Registrar uma viagem ou um dia incrível
  • Falar sobre um show que você foi e marcou muito

Uma das minhas coisas favoritas na vida ultimamente é poder aceitar pra mim mesma e espalhar para os outros a palavra de que você nem sempre precisa fazer as coisas e colocar as coisas na sua vida exatamente como elas não.

Claro que existem aquelas coisas que são imutáveis e que você precisa fazer um jogo de cintura pra se construir e se adaptar ao redor delas (como uma mudança repentina de casa, por exemplo), mas coisas que vêm pra te ajudar como um bullet journal, precisam ser divertidos e a versatilidade deles fazem com que você possa usar o método para absolutamente tudo!

Pra que você usa o seu? Conta pra mim 😉

Comente pelo facebook

Deixe seu comentário!