Como eu aprendi a gostar de música clássica

Preciso fazer uma confissão: sempre achei música clássica uma coisa bem chata e tediosa. Começava a ouvir e logo dispersava, sentia sono ou total desinteresse – o que era ótimo para os dias de insônia, devo dizer. Nunca me interessei em aprender mais sobre o gênero ou então desenterrar os velhos discos de música clássica que meus pais compravam com o jornal de domingo. Não me orgulho disso, mas de qualquer maneira cresci mantendo uma distância segura de orquestras, concertos e apresentações de balé.

Com a idade comecei a ganhar uma certa tolerância com outros tipos de música além daquela que eu costumava ouvir no meu iPod. Demorei muitos anos para deixar de ser a chata do se-não-tem-letra-pra-cantar-junto-eu-não-ouço e passei a curtir músicas instrumentais só depois dos 20 anos de idade. Aliás, hoje são as músicas instrumentais, clássicas ou contemporâneas, que mais me acalmam e me fazem concentrar na hora do trabalho, é mágico e recomendo o exercício, viu?

Sei que não sou a única pessoa no mundo – a diferentona aqui – que cresceu achando música clássica uma coisa meio chata. Nós costumamos associar a música clássica a algo antigo, ultrapassado e muito “cabeça”, distante demais da nossa realidade. Por isso o desinteresse acontece com muita facilidade e acabamos deixando a coisa toda pra lá.

giphy-1

Mas eu quero contar um segredo pra vocês: a verdade é que a música do gênero clássico vai muito além de Bach ou Chopin e está presente em grande parte da nossa cultura pop atual mesmo sem a gente perceber.

Um bom exemplo disso são trilha sonoras de filmes e séries. Alguns dos títulos mais legais do mundo do cinema *cof* são totalmente instrumentais, como é o caso de Harry Potter e Star Wars. Eu duvido que você não tenha se arrepiado aos primeiros acordes de Star Wars – O Despertar da Força quando as letrinhas tortas e amarelas tomaram conta das telas gigantes do cinema. Ou então, não sinta aquela nostalgia gostosa ao menor som da música tema de Harry Potter. Inclusive, posso ouvir o tema de Harry Potter tocar até no banheiro que eu fico totalmente emocionada. Chega a ser ridículo em alguns momentos.

Então SIM, você também gosta de música clássica! Você só não sabia disso ainda 😉

Uma coisa que me fez mudar completamente minha perspectiva em relação a música clássica foi assistir ao especial anual da BBC, o BBC Proms, com uma hora dedicada a um dos meus seriados favoritos: Doctor Who.

As músicas são combinadas com apresentações dos personagens, passagens da última temporada da série e até dos próprios atores no palco. O conjunto de elementos deixa as apresentações ainda mais emocionantes, dignas de fazer qualquer fã dar pulinhos de alegria a cada novo acorde tocado. Também convenhamos, com uma invasão de Daleks e um exército Cybermen correndo pelo palco você muda de ideia rapidinho quanto à músicas de orquestra. E veja só, música clássica também pode ser moderna e bem legal, quem diria!

Depois disso comecei a pesquisar mais sobre o gênero e como é possível gostar desse tipo de música sem necessariamente ouvir as coisas que nossos pais e avós costumavam ouvir. Um bom exemplo é a playlist Pop virou Clássico do Spotify – se você quer dar uma chance para a música clássica, recomendo começar por essa playlist! Existe algo melhor do que descobrir um novo ritmo ao som de Firework da Katy Perry ou Boom Clap da Icona Pop? Sou viciada nessa playlist!

Assistir uma orquestra em ação, ao vivo nem que seja pelo YouTube, é uma experiência linda. É como se a música ganhasse alma e uma nova melodia surgisse bem ali diante dos seus olhos.

E aí, que tal dar uma segunda chance à música clássica nessa semana?

giphy-2

Comente pelo facebook

5 comments

  1. A Playlist O Clássico virou Pop do Spotify é uma das minhas preferidas e já tenho muitos favoritos nela, como Two Cellos e The Piano Guys. É muito lindo, relaxante e dá um ânimo a mais que impressiona…
    Me emociono até mesmo escutando a música tema de Supernatural só nos instrumentos clássicos… Dá uma emoção tremenda! (Além de Star Wars e HP, como citou, que dá uma nostalgia…)
    Beijos!

    1. Jessica GreccoJessica Grecco

      Ai, Supernatural <3 Música clássica é mesmo emocionante! Beijosss

  2. Gosto muito de ouvir música clássica quando preciso me concentrar em alguma coisa, tipo ler um livro muito técnico ou escrever alguma história rs Não sabia dessa BBC Proms e amei! hahahaha
    Beijos! =**

    1. Jessica GreccoJessica Grecco

      Eu também ouço muito pra me concentrar! Assiste o resto dos especiais, vale super a pena 🙂 Beijosss!

  3. Eu sou VICIADA no tema do 11º Doutor. Pra mim, é a melhor de todas. Me dá vontade de conquistar o mundo sempre que eu escuto. E eu sou doida com a trilha sonora de Como Treinar Seu Dragão e O Amor Não Tira Férias. São músicas bem lindonas pra acostumar com música clássica!

Deixe seu comentário!