Gente que transforma a dificuldade em mais uma ferramenta

artie_quinn

A gente já comentou aqui como acessibilidade é importante, né?

Ainda mais depois que a Netflix colocou o áudio-descrição para as pessoas com deficiência visual poderem assistir a série do Demolidor –que tem como personagem principal um cego, vale ressaltar.

Ainda na deficiência visual, nós já falamos sobre o aplicativo Be My Eyes que permite que permite que você “pegar emprestado” os olhos de alguém para deixar um pouquinho mais fácil atividades cotidianas como escolher a cor de uma camiseta, descobrir datas de validade em alimentos etc.

Histórias de pessoas que lutam contra a falta de acessibilidade que existe no mundo inspiram a gente todos os dias, desde exemplos que eu vi pessoalmente como pessoas com deficiência auditiva curtindo demais a Parada LGBT em Dublin esse ano até histórias como a de Mandy Harvey que não dá nem pra explicar, tem que ver o vídeo primeiro:

Atualizado (10/06): A gente tinha linkado aqui um vídeo que tinha a legenda em português e dava tudo explicadinho. Porém, o vídeo não está mais disponível. Eu vou explicar brevemente: a Mandy tem 29 anos e ela perdeu a audição completamente quando tinha 18 anos de idade devido a uma doença no tecido nervoso. Ela sempre cantou e sempre amou cantar e não deixou que a doença dela fosse um empecilho pra isso. Pra poder fazer tudo funcionar, ela acha o tom de voz e dos instrumentos através de afinadores eletrônicos (aqueles que dão um feedback visual) e sente as vibrações da música no chão para saber o ritmo. A história inspirou todos os jurados, e todo mundo em casa!

No canal oficial do X-Factor, tem quase 17 milhões de visualizações.

Ela é só um dos exemplos que usam a deficiência como motivação para sempre se superar.

A gente não quer, entretanto, que esse seja um post irresponsável que diz que para evoluir é só preciso querer e levantar pra fazer. Sabemos que assim como existem pessoas como a Mandy que têm um apoio não só familiar (pois isso todos tempos) mas financeiro pra seguir seu sonho, existem pessoas que dependem de uma estrutura que às vezes não está lá.

Inspire-se nas histórias das pessoas com deficiência que estão ao seu redor e cobre as autoridades e os veículos de mídia para que essas pessoas sejam incluídas cada vez mais em tudo que elas quiserem fazer, e histórias de superação e inspiração como a da Mandy sejam cada vez mais comuns 🙂

Comente pelo facebook

Deixe seu comentário!