Home office: o guia para não enlouquecer ou se culpar!

Cada vez mais pessoas estão escolhendo trabalhar em casa, e fazer isso com disciplina é muito difícil. Mais difícil ainda é realmente gostar do que faz e não se sentir pressionado a atingir todos os ideais que todos os artigos sobre home office pregam. E vocês sabem que a gente adora falar de home office!

Por isso, preparamos um pequeno “guia” pra você trabalhar em casa bem confortável e sem se sentir com culpa de fazer (ou não fazer!) qualquer coisa 🙂

Todo dia é dia de ser barbiezinha

Uma dica que é preciosíssima e quase ninguém fala sobre, é a importância de estar barbiezinha mesmo trabalhando em casa. Antes de começar a sequer pensar em trabalho, coloque uma roupa limpinha (porém confortável acima de tudo) para poder sentar na sua mesa e trabalhar a tarde/manhã inteira. Mudar do “ar de soninho” é como se uma chavinha no seu cérebro ligasse e entendesse que agora não é hora de cair na cama.

O mito do “tem hora pra tudo”

Que não é exatamente um mito. Explico: a gente sempre fala que você precisa separar o trabalho do lazer, fazer 8 horas apenas de trabalho por dia, horário comercial, etc. A gente nunca para pra pensar, porém, naquele tipo de pessoa que simplesmente não consegue trabalhar nessas condições, e justamente por isso escolheu trabalhar em casa.

Não é nem um pouco incomum nos depararmos com pessoas que só funcionam de madrugada, por isso só trabalham de madrugada. Ou pessoas que precisam trabalhar com prazos curtíssimos e acabam dedicando todas as horas de dois dias inteiros para terminar um trabalho e então ficar com o resto da semana inteira livre. Acontece.

Não precisa adaptar seu trabalho a um esquema corporativo se o seu trabalho não necessariamente exige isso de você. Entender as exigências do seu próprio trabalho e o que funciona pra você te ajuda DEMAIS a se libertar de certas amarras e produzir ainda mais.

Bullet Journal: seu amigo e confidente

bullet journal home office
Imagem: https://www.instagram.com/amandarachdoodles/

A gente sempre volta pra ele, né? Isso porque trabalhar com um bujo não te ajuda apenas a visualizar seu dia ou semana inteira, mas também ter a sensação de que você está produzindo. Um bujo ou um aplicativo de tarefas bem organizado te ajuda a saber quando você pode tirar pausas.

Algumas dicas de aplicativos para ajudar você a focar no trabalho:

Tide: é o que eu uso quando preciso! Ele te deixa adaptar o sistema Pomodoro (que normalmente trabalha com 25 minutos focados, 5 minutos de pausa e uma pausa maior de 15 minutos) para o tempo que você quiser. Quando eu preciso, eu faço 40 minutos de foco e aumento as pausas de acordo 🙂 Um diferencial que eu gosto muito no Tide é que ele tem uns ~temas, por exemplo: você pode trabalhar ouvindo barulhinho de chuva, de floresta ou de mar!
Tomato Timer: é uma alternativa ONLINE de método pomodoro. Você não precisa baixar nada, é só abrir esse site e dar start no timer!

Para ler mais: nós falamos um pouco sobre foco e método Pomodoro nesse post aqui!

Dá o play!

Tem coisa mais delícia que trabalhar ouvindo a trilha sonora que você mesmo escolhe? Desde o acústico mais chill de todos até as playlists que fazem você rebolar muito a bunda na cadeira, uma das melhores partes de trabalhar em casa é que quem controla a trilha sonora é vocêzinho. Lá no nosso Spotify a gente tem várias playlists pra você escolher! Separamos nossas favoritas:

Não comece a administrar culpas em si mesmo

Essa talvez seja a dica mais importante. Isso porque a gente sempre ouve mitos e regras infinitas sobre trabalhar em casa, e acabamos nos colocando como vilões da nossa própria produtividade quando na verdade não é sempre assim. Segue lista de 3 pequenas coisas que você pode fazer sem se sentir culpado por nada:

  • Desde que você administre as suas horas corretamente, ninguém vai morrer se você parar meia hora pra tirar um power nap (aqueles cochilos que recarregam suas energias) ou assistir uns dois episódios de série na hora do almoço.
  • Trabalhar na cama. Aposto que você já ouviu por aí que isso é PROIBIDASSO, né? Inclusive eu mesma digo isso sempre que posso, quase que automaticamente. Mas eu também tô aqui pra dizer que tem dias que a gente tá pra trabalhar na cama mesmo, ainda mais aqueles dias que exigem que estejamos presentes mas a gente não necessariamente tem força mental pra levantar e sentar numa mesa. Você não é pior por passar o dia digitando na cama, ok? Só lembre-se de cuidar bem das suas costas pra não ficar doendinho!
  • Faz uns testezinhos do Buzzfeed sim, amigo! Descobre sim qual é o tipo de pão que você mais gosta baseado no seu tweet favorito do Neymar. Às vezes a gente pega um pepino tão grande no trabalho que tudo que a gente quer é uma risadinha. Você merece 😉

A procrastinação é real, mas a gente quase sempre tende a confundir self care com preguiça, quando na verdade são apenas pausas maiores que servem pra gente voltar um pouco pra realidade de que ninguém é uma máquina.

A mágica da vida é que todo mundo é diferente!

Comente pelo facebook

1 comment

Deixe seu comentário!