Gente que quer mudar o país

Nas últimas semanas vimos o Brasil se levantar e ir à luta por seus direitos. Em várias cidades do país, esse monte de gente que faz de nós um movimento verdadeiro saiu às ruas reivindicando mudanças. E, se 20 centavos estimularam isso tudo a começar, que um futuro melhor seja o que nos mantém na luta pelos nossos direitos. Porque a gente sabe que protesto não é festa, ué! A gente gosta de gente que sabe o que quer e que respeita os outros. <3

É claro que existe amor em SP! Em São Paulo, no Rio, em Belo Horizonte, em Porto Alegre, em Brasília, iiih! Se for parar pra enumerar… Existe amor em cada cantinho do Brasil. E estamos felizes em fazer parte disso, em ajudar a espalhar esse amor por aí, em inspirar cada um dos que nos manda email ou mensagem, que compartilha e comenta o que preparamos com tanto carinho. Por isso, viemos compartilhar uma parcela dessas indiretas que saíram de casa e foram à luta, pra depois chegarem até a gente via inbox.

20130624-202549.jpg

Se você fez ou tirou foto de alguma indireta por aí, manda pra gente! E não deixe nunca de se informar, mobilizar e reconhecer os grandes momentos da nossa história.

Tem mais: queremos conhecer boas causas. Projetos e ideias que vale a pena espalhar. Quer ajudar? Mande pra gente um email para indiretasdobem@gmail.com contando a história da ONG, aplicativo, movimento ou projeto que você acha que vale a pena que conheçamos, com #GenteQueMudaOMundo no assunto. Não é só na política que o país precisa mudar – dá pra todo mundo fazer sua parte! Isso sim muda o mundo. :]

<3

Gente que sente demais

altoperto

Em 2013 dei muita sorte. Metade do ano se passou e todos os livros que li até o momento foram absolutamente  apaixonantes. Até os que menos gostei me tornaram parte da história e divertiram bastante. Por isso, só acertos. 🙂

Mas sempre tem os mais marcantes – aqueles que entram não só na lista de favoritos do mês ou do ano, mas nos favoritos da vida. E “Extremamente alto & Incrivelmente perto” foi um desses. Minha mãe ganhou de uma amiga há alguns meses e eu, olho grande que só quando se trata de livros, vi que Daniel Galera era o tradutor de Safran Foer e disse “preciso ler já, mãe!”. Ela deixou.

Melhor presente.

Cruzando duas histórias de uma mesma família, ambas marcadas por tragédias – uma no passado, em Dresden, outra no presente, nos EUA -, o livro fala sobre como nunca estamos preparados para perder alguém e como é difícil lembrar e reconhecer na dor os últimos momentos felizes que tivemos.

O narrador principal, Oskar, só tem nove anos, mas é inteligente e verdadeiro demais e às vezes deixa muitos de nós no chinelo com sua forma de ver a vida. Além disso, exatamente por ser uma criança, torna tudo extremamente divertido com sua inocência e seu humor ácido.

foto (23)

É sobre superação, sim, e sobre perda. Mas é leve. Jonathan Safran Foer faz a gente pensar e até reviver algumas angústias como a de perder aqueles que amamos e não querer desapegar das memórias. É sobre segredos e feridas que costumamos alimentar em silêncio – e tudo que fazemos para manter alguém por perto mesmo quando parece impossível: essa coisa de gente que sente demais. E como a gente sente com ele!

Chorei feito uma criancinha com o livro – foi tão bom que não consegui emendar outra leitura, tive que esperar alguns dias para digerir. E essa semana fui surpreendida de novo: a amiga da minha mãe, sabendo que eu tinha adorado, me mandou o filme de presente. A versão cinematográfica – “Tão forte e tão perto”, com direito a Tom Hanks e Sandra Bullock -, é bem resumida e deixa de lado metade da história. É uma adaptação rasa, mas também emociona. Foca na nossa necessidade de lutar contra os medos – e vencê-los aos poucos, um a um. Mostra a importância de colecionar histórias e como nossa vida é uma verdadeira colcha de retalhos. Minha irmã, que não leu, não conseguiu ver o filme todo porque é sensível demais. Então sim, essa é aquela sessão pra ver acompanhada da caixa de lenços de papel. 😛

***

Para ver em casa

EXTREMAMENTE ALTO & INCRIVELMENTE PERTO
Jonathan Safran Foer
Editora Rocco

TÃO FORTE E TÃO PERTO
Dirigido por Stephen Daldry
Com Sandra Bullock, Tom Hanks, Thomas Horn e Max Von Sydow
Warner Home Video

***

E você? Que livro te inspirou montes ultimamente? Compartilha! Tô sempre louca por uma novidade.

Semana que vem falamos de A Culpa é das Estrelas. 🙂

mixtape do bem #2 ~ Alt+Tab do amor <3

nos_pequena
Já estamos morrendo de saudade da Alt+Tab de sábado. Pode voltar no tempo? Pode repetir? 
Ficamos muito felizes com o convite do Gustavo pra tocar e com todo mundo que foi e balançou na pista, cantando junto e tirando foto com as indiretas, cupcakes e bons drinks, sem falar na paciência com as duas doidas do bem aqui!
foto 2
Enquanto ainda é hora de trabalhar (poxa vida, é sexta, cadê festa?!) e não temos outra data marcada pra tocar pra vocês, fizemos uma playlist inspirada no nosso set de sábado. Assim, cheia de indie, de amor e das nossas loucurinhas do bem, pra você fazer tudo batendo os pezinhos no chão e balançando o bumbum na cadeira. É só dar o play e curtir junto!
mixtape2

love today ~ mika
are you gonna be my girl ~ jet
you’ve got the love ~ florence + the machine
maps ~ yeah yeah yeahs
i bet that you look good on the dance floor ~ arctic monkeys
heavy cross ~the gossip
feel so close ~ calvin harris
(if you’re wondering if I want you to) I want you to ~ weezer
mr. brightside ~ the killers
little talks ~ of monsters and men
it’s time ~ imagine dragons
some nights ~ fun.
i love it ~ icona pop
don’t trust me ~ 3OH3
i knew you were trouble ~ taylor swift
i want it that way ~ backstreet boys

 

dá o play!

ou assine a playlist no seu serviço de streaming favorito:

Rdio-Logo-indiretasplayDeezer