Noel para Todos: porque o Natal inspira a transformar o mundo

Pois é... O Verão está chegando e o Natal também. Papai Noel está curtindo o fim da folga!
Pois é… O Verão está chegando e o Natal também. Papai Noel está curtindo o fim da folga!

Se você passear pelas ruas vai perceber que mais um ano está chegando ao fim. A gente sabe disso por um motivo bem simples, mas que na verdade carrega um simbolismo enorme: as decorações de Natal começam a se multiplicar por aí. Muitas pessoas vão entrar em recesso, encontrar suas famílias, comemorar o período da forma que acham adequado, presentear umas às outras… E, não importa o quanto alguns critiquem as festas ou não concordem com elas, isso vai continuar a existir.

O que continua a existir também são as pessoas que não tem a oportunidade de se alimentar direito, se vestir ou mesmo presentear da forma mais simples possível – e isso o ano todo, não só no Natal, mas que inspiram as pessoas a ajudarem principalmente agora, nessa época em que a renovação faz parte do nosso vocabulário com muito mais frequência. Pensando nisso, o fotógrafo Pedro Fernandes, de 23 anos, idealizou o Noel Para Todos: um projeto social com o objetivo de auxiliar com roupas, kits de higiene, brinquedos em boas condições e alimentos os moradores de rua.

Inspiração

“Parece até um pouco clichê, mas eu queria fazer algo para realmente trazer o bem para as pessoas, seguindo a ideia de ser uma corrente do bem, de ajuda a uma pessoa que futuramente consiga ajudar outra. Acredito que, no Natal, estamos mais dispostos a olhar um pouco mais para o que tem ao redor e ajudar ao próximo. Trazer essa mensagem de que você pode ser alguém melhor para o mundo é a minha maior motivação”, conta o fotógrafo.

Apesar de pensar no projeto desde 2009, esse é o primeiro ano em que ele finalmente vai para a rua. Por isso, Pedro conta que tudo ainda é bem simples. “O projeto não tem nenhum fim lucrativo e também nenhuma idéia de ONG ou nada, é uma idéia que partiu de uma pessoa que chamou os amigos e decidiu montar uma iniciativa para atingir outras pessoas. Apenas isso”. Entendem quando a gente repete aqui que pra mudar o mundo a gente não precisa de muito? <3

Essa é a Hannah, mascotinha do Noel para Todos! <3
Essa é a Hannah, mascotinha do Noel para Todos! Olha só essa carinha de “Vamos doar, pessoal…Por favooor…” <3

“Estamos conhecendo com o projeto funciona e como as pessoas o enxergam, então estamos mantendo as coletas nestes encontros no MASP”. Com quem não pode estar no MASP aos domingos, quando acontecem os encontros, Pedro compartilha o endereço de casa por e-mail. “A iniciativa está bem caseira, mas é totalmente de coração”, conta.

Divulgação

Para ajudar na divulgação e facilitar as coletas, o grupo incentiva a formação de outros grupos que se ajudem. “Criamos um material para as pessoas colarem em seus prédios e elas mesmo arrecadarem onde quiserem antes de levar para o projeto oficialmente, e por enquanto é isso”.

No dia 22 de dezembro, os participantes do projeto formarão grupos e entregarão as doações diretamente aos moradores de rua. “Todo mundo que quiser participar no dia é bem-vindo, principalmente porque, no dia da ação, a idéia é que todos que apoiaram o projeto tirem uma foto com cada pessoa que for favorecida, mostrando que realmente cada um pode fazer a sua parte e ainda existem pessoas que se importam com as outras no mundo”. E não para por aí: “caso exista um número muito grande de doações, já olhamos alguns albergues para entregar o que restar. O mesmo vale para creches, no caso de brinquedos”.

Como participar?

Quer saber o que doar? Olha só:

NoelParaTodos

O projeto Noel Para Todos tem sido bem recebido pelo público, que ajuda com doações e divulgação. No entanto, ainda carece de apoio. “O que mais falta neste momento é um apoio de gráfica, porque seria legal ter este tipo de ajuda na hora de imprimir ou criar algum material de divulgação. Outro apoio que procuramos é de algum lugar que consiga fazer algumas sacolas de tecido, pensamos em TNT mesmo, para poder levar e dar essas doações. Lógico que se houver parcerias de outros projetos sempre serão bem vindos”, conta Pedro. Pode ajudar? Entre em contato com eles pela página do Facebook ou por email em projetonoelparatodos@gmail.com.

Continuidade

Para Pedro, a ideia é que o Noel Para Todos funcione anualmente – e não só em São Paulo. “Como eu moro na capital paulista, ela tem sido a nossa cidade cobaia, mas ano que vem já espero que o projeto se desenvolva para outras cidades”, ele conta. Enquanto isso, quem é de fora pode se reunir e ajudar na sua cidade ou ainda participar de outros projetos incríveis como o Papai Noel dos Correios (contaremos mais a respeito por aqui em breve!).

Além disso, como há um intervalo muito grande de um Natal para outro, o fotógrafo planeja expandir o projeto para outras datas. “Queremos começar a juntar desde fevereiro algumas roupas de frio e cobertores para a forte onda fria que existe no meio do ano. Afinal, o público é o mesmo e infelizmente existem muita fatalidades por causa do frio na rua”.

Na rede

Facebookhttps://www.facebook.com/noelparatodos
Evento do projeto: http://bit.ly/NatalparaTodos
Email para contato: projetonoelparatodos@gmail.com

E aí, que tal transformar o mundo também? 🙂

Moonrise Kingdom: um filme pra gente que quer acreditar no amor

indiretas_wes

No fim do ano passado, eu andava um pouco descrente do amor. Sabe como é, fim de ano, dezenas de amigos terminando relacionamentos, eu e minhas paixões imaginárias não correspondidas (sou a rainha das paixões imaginárias, prazer), filmes, livros, playlists erradas (excelentes, porém erradas)… Acumulei todo um conjunto de referências que destrói a fé do ser humano.

"Estamos apaixonados. Só queremos ficar juntos. O que há de errado nisso?" - ah, a inocência... <3
“Estamos apaixonados. Só queremos ficar juntos. O que há de errado nisso?” – ah, a inocência… <3

Mas aí as festas se passaram, eu tive algumas conversas interessantes, escrevi um pouco. Li também. E vi filmes. Os mesmos de antes, por sinal – mas com outro olhar. Porque muito do que a gente sente diante das coisas tem a ver com a forma como a gente decide olhar pra elas, né?

tumblr_mw9mtwU4KH1qcl7l6o1_400

Para encerrar com chave de ouro, vi pela primeira vez esse filme do Wes Anderson. Uma historinha surreal, como todas as histórias dele. E doce. E cheia de pessoas perturbadas, como tem que ser. Um filme que mostra aquele amor inocente das primeiras vezes, a simplicidade e a inocência das crianças. E como nós, adultos, supostamente cheios de experiência e sabedoria, somos egoístas e pequenos. Como somos bons em estragar tudo.

Então eu entendi.

Entendi que a gente deve se cercar de pessoas que nos aceitem, por mais que tenhamos passado anos aceitando que as pessoas nos moldem da forma que acham ideal. Que existem pessoas no mundo que simplesmente complementam a gente, de forma simples e verdadeira. Que criativamente alimentam nosso imaginário. E temos sorte se um dia encontrarmos uma delas. 🙂

Moonrise Kingdom foi co-escrito por Wes Anderson e Roman Coppola e tem um visual incrível, diálogos inteligentes e a deliciosa história da pequena leitora Suzy Bishop e do escoteiro Sam Shakusky, duas crianças com dificuldades para se relacionar com o mundo – a primeira, filha de um casal que vive uma relacão completamente decadente; o segundo um órfão que vive pulando de casa em casa porque nenhuma família consegue acolhê-lo bem – e que se conhecem, se apaixonam e decidem fugir.

"Tenho me esforçado muito para fazer amigos, mas sinto que as pessoas não gostam da minha personalidade." - Sam
“Tenho me esforçado muito para fazer amigos, mas sinto que as pessoas não gostam da minha personalidade.” – Sam

A partir daí, acompanhamos a aventura dos dois em busca de seu próprio espaço no mundo enquanto são perseguidos pelos adultos que também precisam lidar com seus monstros durante a jornada.

"Espero que o telhado voe e eu seja sugado pelo espaço."
“Espero que o telhado voe e eu seja sugado pelo espaço.”

Moonrise Kingdom é cheio de melancolia, por isso tão cativante. Faz a gente querer ser criança de novo, reencontrar amores antigos. Faz a gente acreditar e repensar um pouco diante da nossa vida corrida – lembram do que eu disse sobre precisarmos olhar para tudo com olhos críticos e não nos conformar com uma vida que não é exatamente como gostaríamos? Então. Moonrise Kingdom é mais um daqueles filmes que nos motiva a sair do lugar, fugir do mar de autopiedade e correr atrás dos sonhos.  E já que estamos falando de espalhar amor por aí e lutar pela felicidade, eu não podia recomendar outro filme essa semana. 🙂

Para saber mais sobre, vale dar uma passeada no site oficial. 🙂

 

"Não sei. Quero me aventurar. Não ficar presa num lugar só."
“Não sei. Quero me aventurar. Não ficar presa num lugar só.”

movie_-_Moonrise-Kingdom

tumblr_mw4b5rOwht1sux9nho1_500

tumblr_mtt1isPe281sjpwl5o1_500

MOONRISE KINGDOM
94 minutos – Comédia / Drama / Romance
Dirigido por Wes Anderson
Escrito por Wes Anderson e Roman Coppola
Estrelando Jared Gilman, Kara Hayward, Bruce Willis, Edward Norton

Dia Mundial do Diabetes – O que é e como se prevenir?

insulina
Essa é a Carol aplicando sua dose de insulina diária (:

 

 

Você já deve ter ouvido a história de alguém com diabetes. Seja um conhecido seu, um parente próximo ou mesmo um vizinho. A gente sempre ouve falar sobre diabetes mas poucas pessoas realmente entendem o quão grave é a doença e o que ela é de verdade.

Explicando de forma bem simples, diabetes é uma alteração no metabolismo que muda a forma como seu corpo gasta e produz energia a partir dos alimentos que você consome.

(aqui a parte que você provavelmente deve ter aprendido nas aulas de biologia e ciências, mas vamos lá:)

A maioria dos alimentos que a gente consome se partem em partículas de glicose que funcionam como combustível de energia para o nosso corpo. Mas para a glicose realmente entrar nas células ela precisa da ajuda de outra substância, a insulina, produzida no pâncreas.

 

Quando a gente se alimenta, o pâncreas produz exatamente a quantidade de insulina necessária para mover a glicose que está no sangue para as células do nosso corpo. Nas pessoas com diabetes, essa insulina não é produzida em quantidade suficiente. Então o corpo acaba perdendo a sua principal fonte de energia e, com isso, alguns sintomas aparecem, como por exemplo:
  • Sede
  • Vontade constante de urinar
  • Cansaço extremo
  • Fome exagerada
  • Perda de peso
  • Infecções frequentes

 

O tipo mais comum de diabetes é o Tipo 2, que costuma estar associado ao estilo de vida das pessoas, má alimentação, falta de exercícios físicos ou histórico familiar da doença. Ou seja, como muita gente pensa, não é só evitar os doces que nós estaremos livres do diabetes.

 

Dados mostram que existem hoje mais de 371 milhões de diabéticos no mundo, sendo 13,4 milhões só no Brasil! Os números assustam ainda mais quando vemos que a cada 10 segundos duas pessoas desenvolvem diabetes e a cada 8 segundos uma pessoa morre de causas relacionadas à doença. 50% dos diabéticos ainda nem sabem que tem a doença. Infelizmente diabetes ainda não tem cura, mas pode sim ter controle!

 

Hoje é o Dia Mundial do Diabetes e nós queremos lembrar todo mundo da importância da prevenção da doença e como é possível levar uma vida normal sendo um diabético.

 

A Carol Naumann, do blog Ao Trabalho, descobriu há mais de 10 anos que tinha a doença:  “Eu fiquei com medo, neguei no início – quando vi que não tinha jeito, senti raiva. Acho que passei por todas as ‘fases do luto’ até aceitar a condição e, mais recentemente, levantar a bandeira – assumir a doença e usá-la para incentivar o cuidado de outras pessoas na mesma situação. Foi um período longo e tumultuado, mas necessário para que eu chegasse onde estou hoje.”

 

Aqui você também pode ler o depoimento da mãe da Carol sobre o dia em que elas descobriram a doença.

 

Hoje, o Ao Trabalho ajuda muitas pessoas a cuidarem e encararem o diabetes, que é muito mais comum do que imaginamos. Os  principais fatores para ajudar na prevenção são os seguintes:

 

diabetes_prevencao

 

O diabetes é uma doença que te obriga a conhecer seu corpo: rever os hábitos, prestar atenção aos mínimos detalhes e como se adaptar a eles. Mas a parte boa é que você é o dono da situação: você tem o controle do seu corpo, sua saúde e sua rotina. Só depende da gente fazer as escolhas certas 🙂

 

“O cuidado diário já virou um hábito”, conta Carol, “Hoje eu controlo com insulina (uso uma bomba de infusão), atividade física e contagem de carboidratos, além de contar com a atenção e cuidados da família e amigos!”.

 

Para quem descobriu a doença agora, tenha sempre em mente que sim, é difícil, é chato, mas tem solução! “Você vai aprender truques e jeitos de deixar a coisa mais leve, mais descomplicada. Você vai se conhecer como ninguém, vai se orgulhar do bom controle e vai fazer do cuidado um hábito. O segredo, além do filtro solar e da lei da atração, é o equilíbrio! ;)”
_

 

Se você tem diabetes ou conhece algum caso, compartilhe aqui nos comentários seus cuidados e experiências. Ah, e não esquece de compartilhar o post para espalharmos cada vez mais as informações sobre a doença!