Gente que acredita em amor à primeira vista

amoraprimeira

Foto: Galera Record

Você pode até não acreditar em amor à primeira vista, ou não ser um dos maiores fãs da ideia de que alguns minutinhos podem mudar completamente o rumo da vida de alguém. Hadley não acreditava. Ainda assim, sua vida mudou de repente, em instantes, quando ela perdeu o seu avião por um atraso de quatro minutos. Quatro minutos.

Pois é. Hadley, do alto de seus 17 anos, era alguém como você e eu: cheia de coisas na cabeça e incomodada profundamente por problemas que não poderia resolver. Ou não queria resolver. A gente às vezes se esforça para se colocar numa posição de vítima diante da vida e acaba não perdoando ninguém. É tão simples pra gente se boicotar. Era simples pra ela também.

Daí, um dia, Hadley perde o vôo por quatro minutos de atraso, corre o risco de não chegar a tempo para o casamento do pai, em Londres, e ainda vê seus sentimentos todos virarem do avesso. Tudo em 24 horas. Vai dizer que você não fica com um pouquinho de vontade de acreditar? Quer dizer, qual a chance? Conta pra gente: qual a probabilidade estatística do amor à primeira vista?

teoria

Se você não é muito fã de números, não precisa se assustar com o título. Eles não aparecem muito no livro. Se é avesso aos amores ou anda meio amargo por aí, aproveite. Essa é a hora de deixar tudo azul de novo e descobrir que tem gente com problemas muito piores que os nossos levando a vida de forma muito mais leve. Sempre é tempo de mudar.

Se você for ansioso, a leitura pode parecer um pouco arrastada no começo, enquanto Hadley se apresenta, mas não se engane:  é daquelas bem rápidas, que fazem você querer mais e mais e mais até chegar logo ao fim da história. É um romance fofo do tipo que a gente adora ver na Sessão da Tarde, com direito a troca de olhares no aeroporto, cochilo apaixonado no vôo e reencontro numa tarde chuvosa de Londres. Sabe quando você não quer só ler a história, quer viver algo parecido? <3

Já parou pra pensar nas possibilidades que a gente tem todos os dias e nem percebe? Então vamos lá: sorriso no rosto e livro na mão. 🙂

foto 1 (1)3

***
Para ver em casa

A PROBABILIDADE ESTATÍSTICA DO AMOR À PRIMEIRA VISTA
Jennifer E. Smith
Editora Record

***

Curtiu? Conta pra gente que livros você recomenda! Estamos loucas pra ler e compartilhar por aqui. 🙂

Gente que merece um presente só por existir na nossa vida

Se tem uma coisa que a gente sabe é que amigos são um presente. De verdade. Daqueles que a vida nos dá sem prazo de validade, que é pra gente carregar sempre junto sem se preocupar. Amigo é coisa séria, é o lado bom, está por perto quando nada mais parece valer a pena e também quando as coisas estão incríveis. Amigo some e reaparece e é como se o tempo não tivesse passado. Conhece a gente, ajuda a gente. Amigo apoia, amigo está presente. Mesmo que só na lembrança.

Por isso, a Rede Natura preparou para o pessoal de Campinas várias sugestões de presentes para o Dia do Amigo (sim! está chegando! é dia 20 de julho). Lá, você encontra consultores da Natura e conhece uma nova forma de comprar: pela internet e com vantagens exclusivas. Assim, você lembra àquelas pessoas que são tão essenciais na sua vida o quanto gosta delas, com direito a um presente delícia e sem desculpa pra falta de tempo ou dinheiro! 🙂

Quer tentar? Entra aí: http://bit.ly/14XtBuE

E pra você, qual o melhor presente que um amigo pode dar? Conta pra gente! 🙂

blog

Indiretas do Bem no Youpix

youpix

Já contamos como o Indiretas do Bem nasceu exatamente pra andar na contramão do excesso de mau humor que se arrasta nas redes sociais e sai carregando um a um, todo mundo abduzido pela chatice, lembra?

Estamos sempre enfatizando isso: que o bem, por menor que seja, melhora tudo. Porque temos aprendido na prática por aqui. <3

É claro que reclamar é natural, ainda mais na correria do dia a dia – e inclusive às vezes nos ajuda a superar certas coisas. Mas tudo tem limites, não é mesmo? E é pra falar dessa onda de pessoas que não conseguem ficar felizes de jeito nenhum – e levar uma pitadinha de amor para o Youpix – que fomos convidadas para participar do painel Chatice 2.0.

Estaremos lá no sábado, dia 06, 14h30 às 15h30 no #PARTIU HUB. Estaremos não: embora costumemos fazer tudo juntinhas, a Jessica vai representar o Indiretas do Bem sozinha dessa vez enquanto eu, Ariane, acompanho de longe por motivos de: férias!

Se você ainda não se inscreveu pro Youpix, corre que dá tempo: hoje é o último dia para fazer sua inscrição gratuita, até as 19h – é só clicar aqui.

O youPIX SP 2013 rola nos dias 05 e 06 de julho no 2º andar da Bienal, em São Paulo.

Sobre o painel:
14h30 – 15h30 | Chatice 2.0 O mau humor invadiu as redes sociais e atingiu todas as idades. Até os mais jovens – isso mesmo! – que não têm conta pra pagar ou filho pra criar foram abduzidos pela chatice. É a falta de chuva, excesso de sol, marcas e empresas que pisaram no tomate ou um filho, de uma cidadezinha que nunca ninguém ouviu falar, que matou uma tia de uma forma que nunca ninguém tinha visto. Afe! Há pessoas que, indo contra o fenômeno da chatice 2.0, estão cometendo Facebookcídio, Twittercídio. Exagero? Ou será que finalmente as reclamações estão sendo ouvidas e as notícias relevantes estão sendo divulgadas? As redes só estão reproduzindo a atração do ser humano pelo mórbido ou ainda há espaço suficiente no mundo online para o entretenimento que vale à pena?
Com Felipe Tercetto (fri.to), Jessica Grecco (Indiretas do Bem), Emerson Nunes (Coruja Depressão), Pedro de Santi (psicanalista e professor da Casa do Saber) e mediação de Lena Castellon (Meio & Mensagem)