#mixtapedobem – Geek On! Campus Party

Uma das grandes heranças que The OC deixou nesse mundão de meudeus foi a mudança no estereótipo do nerd/geek que todo mundo tinha há um tempo atrás para um cara normal e gente como a gente (saudades imensas, Seth Cohen). Sim, você pode gostar de bandas que ninguém conhece, amar Star Wars, devorar livros e entender uma coisa ou outra de tecnologia sem deixar de lado a vida social e os amigos. Foi com The OC que outras séries nerds começaram a surgir, como Chuck (do mesmo criador, aliás) e a querida The Big Bang Theory. Ok, vamos deixar o Sheldon de fora dessa para não gerarmos controvérsias.

Isso tudo foi um reflexo do que acontecia aqui no “mundo real”: cada vez mais gente passou a se interessar por esses assuntos e a estudar cada vez mais sobre tecnologia, novidades da web e criar blogs em quantidades inimagináveis. A gente já comentou aqui sobre a quantidade de blogs que eu e a Ari tivemos nessa vida né? E sei que não estamos sozinhas nessa!

sethcohen

Na semana que vem acontece aqui em São Paulo o maior evento de tecnologia do mundo, a Campus Party. Pra quem não conhece, a Campus acontece há 16 anos na Espanha aonde ela foi criada, e há 7 anos aqui no Brasil.

Ao longo de 5 dias, milhares de pessoas se reúnem para palestras, debates e workshops que falam sobre ciência, cultura digital, games e novidades tecnológicas. E como o evento praticamente não para nesses 5 dias, muita gente acampa lá mesmo pra conhecer ainda mais gente e trocar experiências com quem também ama muito tudo isso.

Mas por que eu tô falando sobre tudo isso agora? Por um motivo simples: nós também vamos estar na Campus Party (eeeeee)! Ainda não podemos contar muita coisa mas estamos super animadas e logo logo vamos contar tudinho pra vocês! 😀

Enquanto isso, preparamos uma playlist com o melhor do mundo nerd pra vocês irem aquecendo! Músicas inspiradas em Harry Potter, Doctor Who, Star Wars e muitos bits conhecidos por gente que não perde uma nerdice! Quem consegue reconhecer todas as referências? Conta pra gente aqui depois 😀

nerds
Talvez eu tenha me empolgado só um pouquinho, mas eu juro que é uma playlist muito divertida! hahaha

 

Tracklist:

_the history of everything – barenaked ladies
_white and nerdy – weird al yankovic
_buddy holly – weezer
_ziggy stardust – david bowie
_an awful lot of running – chameleon circuit
_last friday night – katy perry
_star wars cantina – richard cheese
_griffindor rocks – harry and the potters
_computer love – datarock
_nerdfighteria island – hank green
_tecnologic – daft punk
_we are the robots – kraftwerk
_prom night – anamanaguchi
_threshold – sex bom-omb

Dá o play e vem com a gente:

It’s so Fluffy I’m gonna die!

ou Os bonecos ultrarrealistas de Santani

cool-white-plush-toy-monster
Nós amamos a internet por diversos motivos, mas o maior deles, já devo ter repetido uma dezena de vezes aqui, é a facilidade de acesso a coisas EXTREMAMENTE FOFAS que servem, ora essa, pra melhorar nossos dias em todos os aspectos. Por isso, quando eu e Jessica começamos a vomitar arcoiros, decidimos imediatamente compartilhar aqui. São esses links que garantem dias açucarados e inspiram a gente a continuar assim: do bem. Mesmo quando a vontade é de sair metendo pés na porta e xingando todo mundo (ou você acha que a gente tá sempre super feliz e fofinha? não senhor!).

Santani é uma russa de 23 anos que cria bonecos ultrarrealistas. São animaizinhos um tanto quanto estranhos, mas MUITO FOFOS. É assustador, mas de um jeito bom. Imagine, sei lá, Pokémons e Furbys da vida real. Então. <3

cool-Pokemon-real-life-plush

cool-Pokemon-creepy-animal-dolls

cool-pink-toy-Furby-scary

Para fazê-los, ela utiliza diferentes materiais – o que os torna incrivelmente detalhados. QUEREMOS TODOS :~~~~

De acordo com o The Meta Picture, onde descobrimos os bichinhos, Santani ainda não tem uma lojinha virtual, mas você pode pedir os seus por encomenda. Aliás, nem ela imaginava que eles fossem fazer tanto sucesso: já foram centenas de pedidos.

cool-Pokemon-plush-toys-look-alike cool-owl-plush-animal-doll cool-monster-plush-toy-baby cool-fox-plush-toy-animal cool-doll-plush-Pokemon-critter cool-baby-owl-plush-toy-animal cool-yellow-Furby-plush-toy

QUEM É O CORAÇÃO PELUDO QUE NÃO IRIA QUERER UM DESSES? Sobra mais pra gente, anyway. <3

Para encontrar mais trabalhos da Santani, visite o deviantArt dela.

Gente que inspira a gente: Nan Lawson

nanlawson

Quando entrei na faculdade de publicidade eu queria ser diretora de arte e por muito tempo me esforcei que nem louca para que isso acontecesse. Estudei muito, fiz vários cursos, aprendi muita coisa sozinha, virei inúmeras noites brigando com o Illustrator e Photoshop. Com o tempo as coisas foram mudando, eu fui mudando, e o amor pela escrita falou mais alto. Percebi que eu não teria muita paciência para deixar meus desenhos tão perfeitos quanto eu gostaria, e se eu continuasse aquilo iria me enlouquecer mais cedo ou mais tarde hahaha.

Sempre admirei vários ilustradores e desenhistas, e desde aquela época coleciono pessoas que me inspiram e acompanho o trabalho até hoje.

Não me lembro bem em que momento da minha vida conheci a arte da Nan Lawson. Talvez tenha side pelo Society6 ou pela Etsy em alguma dessas madrugadas de criações e estudos.

A única certeza que tenho é que me apaixonei de cara pelo trabalho dela: sutil, com estilo próprio e o mais legal de tudo: inserindo o melhor da cultura pop com graça e delicadeza. Os porta-retratos de artistas e personagens dão aquela vontade de comprar todos e lotar a parede de desenhos de Doctor Who, Ron, Harry e Hermione, Game Of Thrones e muitos outros <3

Uma das coisas que mais me inspiram na história da Nan Lawson é que o desenho sempre foi um hobbie na vida dela, e ela nunca encarou isso como uma profissão de verdade. Nan fez faculdade de cinema e nunca estudou desenho, era só uma coisa que ela gostava de fazer e era boa nisso por algum motivo. Um belo dia, Nan resolveu começar a desenhar de novo e vender seus desenhos na loja da Etsy. As vendas foram quase que instantâneas e em menos de dois anos a loja e paixão pelo desenho se tornaram seu trabalho diário.

Com o tempo ela foi aprendendo a lidar com a identidade dos seus desenhos, aperfeiçoando e fazendo o projeto um trabalho cada vez maior e mais rentável. É muito complicado administrar seu próprio negócio, ainda mais quando ele cresce meio que de repente, e ser obrigado a lidar com burocracias que a gente nem sabia que existia. É difícil, mas a alegria por fazer algo só seu é indescritível.

Outro dia li uma frase dela que resume muito tudo o que ela faz e o que a gente sempre fala por aqui: “Não tenha medo de tentar algo novo e fora da sua zona de conforto. Invista no seu próprio negócio. Gaste dinheiro para comprar materiais e fazer promoções. Talvez você não lucre por um tempo (eu não lucrei nada por mais de seis meses de trabalho!) mas isso te ajudará a ganhar visibilidade ao seu nome e produtos, e se você gastar com bons produtos isso irá se refletir no seu trabalho final.”

 

inspiraagente

Você pode comprar a arte da Nan Lawson também pelo Society6 ou pela Etsy (:

Ah, o Flickr dela também é uma fofura, recomendo!