Procura-se: Gente que doa vida

Ou: Descubra como doar sangue e por que isso é tão importante

sangue

Talvez você já tenha ouvido falar que os Bancos de Sangue trabalham sempre com os estoques no limite e nem tenha dado importância a essa informação. Tudo bem, acontece. Mas a nossa obrigação é lembrar a todos que a responsabilidade de doar é nossa, né?

25 de Novembro é o Dia Nacional do Doador de Sangue e, desde já, queremos convidar todos a conhecer a importância da doação e participar doando e chamando os amigos. Por isso, nos juntamos à Tastemade e ao projeto VaiDoa! e estamos espalhando esta ideia.

 

 

Como sabemos que muita gente é cheia de dúvidas a respeito, preparamos um post especial com o apoio do A. C. Camargo Cancer Center, e tentamos abordar as questões mais frequentes e importantes a respeito da doação. As perguntas foram respondidas pelo Dr. Rafael Colella, Diretor do Banco de Sangue do A.C.Camargo e pela Dra. Sandra Kayano, médica titular do Banco de Sangue. 🙂

Por que doar sangue?

“Devemos considerar que, por mais que a medicina tenha evoluído e a tecnologia propicie aos pacientes transfusões mais seguras, e de componentes do sangue mais específicos para cada situação, ainda não se descobriu um substituto tão seguro e eficiente ou, até mesmo, uma forma de se ‘fabricar’ o sangue. Até os dias atuais, o paciente que necessita de transfusões para o sucesso de seu tratamento depende completamente da solidariedade do doador voluntário”. Isso mesmo: uma pessoa só será salva caso outra doe.Estima-se que, nos Estados Unidos, apenas 7% da população adulta já doou sangue alguma vez na vida. Não há estatísticas seguras no Brasil, mas a estimativa é de que nossos números sejam ainda piores. “Muitos familiares de pacientes, ao confrontarem a realidade da dificuldade em se convencer amigos e colegas a dedicarem um pequeno tempo de suas vidas a doarem sangue, atentam para o fato de que, num mundo cada vez mais individualista, apenas no momento da necessidade e adversidade pessoal se nota a importância destes pequenos atos de solidariedade. A doação de sangue deve ser estimulada constantemente e é fundamental a conscientização da população brasileira sobre sua importância. Doar sangue, além de um ato de amor ao próximo, é um ato de cidadania”.

Não vamos deixar para doar apenas quando o problema chegar às nossas casas, gente

O que é preciso para ser um doador?

“Para ser um doador o candidato deve ter entre 18 e 60 anos (dos 60 aos 67 anos, é necessário que tenha realizado ao menos uma doação anterior), peso acima dos 50 quilos, estar saudável nos últimos 6 meses, não ter antecedentes ou infecções atuais por agentes transmitidos através do sangue e apresentar-se ao Banco de Sangue portando um documento oficial com foto, bem alimentado, descansado, e sem ter feito uso de bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedam a doação.”

requisitos

Todo mundo pode doar sangue?

“Toda pessoa que, numa primeira avaliação, se encaixe nos critérios acima pode candidatar-se à doação. Após o cadastro, o candidato é submetido a uma avaliação de dados vitais (pressão arterial, frequência cardíaca, temperatura) e dosagem de hemoglobina, conhecida popularmente como ‘teste de anemia’. Após esta avaliação, estando tudo dentro da normalidade, o candidato responde a uma entrevista sobre seus antecedentes médicos, epidemiológicos, de viagens, hábitos sexuais e outros pontos de extrema importância para a segurança do candidato e do paciente que receberá o sangue doado. As pessoas que possuam algum histórico de doença que possa oferecer à sua própria saúde riscos decorrentes da retirada do volume de sangue destinado à doação, bem como aquelas que foram expostas a situações de risco para infecções transmissíveis através do sangue, são recusadas como doadores.”

Pessoas tatuadas não podem doar sangue? Por quê?

esse papo de que tatuado não pode doar sangue é mito, viu? :)
esse papo de que tatuado não pode doar sangue é mito, viu? 🙂

Calma. Pessoas tatuadas podem doar sim – o que influencia a doação é o tempo desde a última tatuagem. “Ao se fazer uma tatuagem, os instrumentos e tintas que entram em contato com o sangue ou fluidos corporais, caso não sejam mantidos em embalagens esterilizadas e utilizadas em mais de um cliente, podem levar a transmissão de infecções tais como hepatites B, C e HIV. As pessoas que realizaram tatuagens nos 12 meses que antecedem a doação são consideradas inaptas. O período de afastamento das doações de sangue é exigido pelo fato de que, após uma contaminação recente, o organismo ainda não teve tempo hábil para a produção de anticorpos. Além disso, a replicação do agente infeccioso é baixa logo após essa contaminação e, por isso, os testes sorológicos podem apresentar resultados normais, o que comprometeria a doação. Após o período de 12 meses decorridos da última tatuagem, não há mais impedimento relacionado ao procedimento.”

Ao doar sangue, eu corro algum risco?

Isso de que o doador corre risco de contaminações ao doar sangue, que o sangue ‘engrossa”, “afina” ou de que doar sangue “vicia” é tudo mentira! Segundo os médicos, todo o material utilizado é descartável e não há riscos de contaminações; o sangue doado é reposto pelo organismo em curto período de tempo e não há mudanças na espessura ou viscosidade do sangue devido à doação.

Pode ficar tranquilo!

“A grande maioria das doações de sangue ocorrem de maneira segura e sem intercorrências. Em alguns casos podem ocorrer reações leves como ansiedade, tonturas, palidez cutânea, náuseas, sudorese, desmaios ou pequenos hematomas. Comumente estas complicações ocorrem ainda no Banco de Sangue e são prontamente atendidas pelas equipes médica e de enfermagem do serviço.”

Mas é só isso? “Reações mais graves são raras e geralmente estão relacionadas a condições ou enfermidades omitidas pelo doador durante a entrevista, tais como: problemas cardíacos, epilepsias, jejum prolongado ou uso de bebidas alcoólicas. Para se evitar estas intercorrências, é de suma importância que o doador não omita nenhuma condição que contraindique a doação e siga as instruções fornecidas pelo Banco de Sangue, tanto de preparo como no pós-doação.”

Quais são as restrições aos doadores?

Durante a entrevista clínica o doador é perguntado sobre suas condições atuais, seus antecedentes médicos, doenças crônicas, uso de medicações, infecções recentes, realização de procedimentos cirúrgicos, odontológicos ou endoscópicos, viagens recentes a regiões endêmicas para malária e outras doenças transmitidas através do sangue, hábitos sexuais, uso de drogas ilícitas e condições gerais de saúde. São muitas as doenças e situações que restringem o candidato à doação de sangue, sempre com os objetivos maiores de proteger a integridade física do paciente que receberá o sangue e de preservar a saúde do doador.

Onde doar?

Procure o banco de sangue mais próximo da sua casa ou combine com os amigos! O A.C.Camargo Cancer Center, que nos ajudou nesse post, possui um Banco de Sangue próprio, com uma equipe de médicos especialistas em hemoterapia e hematologia, em regime de dedicação exclusiva. Para o seu conforto, é possível agendar um horário para a doação pelo site.

E aí, vamos doar?

No dia 25 estaremos por lá juntos! 🙂

Confira também

O pessoal da Tastemade preparou uma playlist cheia de #ReceitasDoBem pra compartilhar com a gente. Afinal, pra doar sangue é preciso estar bem alimentado! 🙂

E lá no tumblr do #VaiDoa tem mais informações sobre doação. =)

apoio

Gente que fica carequinha pelas crianças com câncer

Amanhã, dia 23 de novembro, é o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. E, para lembrar que as crianças, doentes ou não, precisam aproveitar sua infância, o GRAAC lançou hoje uma campanha linda com o tema “Criança com câncer tem que aproveitar a infância como qualquer criança”.

O objetivo da campanha é resgatar a autoestima das crianças com câncer e diminuir o preconceito com esse tipo de tratamento. Para isso, os personagens que marcaram a infância de várias gerações vão aparecer de cabeça raspada dentro da programação dos canais abertos e fechados de TV, nas tradicionais tirinhas de jornais, canais de vídeo na internet e redes sociais. Isso mesmo: todo mundo ficou carequinha. <3

carequinhas

E olha só: nenhum desses conteúdos veiculados vai mencionar o câncer. Os personagens continuarão suas rotinas normalmente e só no final mandarão sua mensagem de apoio. Lindo, não?

Quer conhecer toda a turma de carequinhas? Entre em http://www.carequinhas.com.br/ 🙂

Nós também ficamos carequinhas por aqui pra entrar no clima <3 <3

Gente que ama comer bem vive melhor :)

Primeiramente bom dia.
Primeiramente bom dia.

Às vezes parece até difícil pensar no conceito de vida e alimentação saudável. Falo isso por experiência própria: há alguns meses, se alguém viesse falar sobre alimentação equilibrada e exercícios físicos comigo, ganhava pelo menos uma torcidinha de nariz. Felizmente, as coisas mudam. 🙂

Por questões de saúde – mas, principalmente, por opção – me vi indo para a academia toda santa semana e seguindo uma dieta equilibrada, preparada para mim por uma nutricionista depois de uma longa conversa sobre o que eu gosto ou não de comer, fazer e tudo o mais. Foi aí que descobri como ser saudável é muito mais simples do que parece: na maior parte do tempo, é muito mais uma questão de dosagem daquilo que já comemos do que de mudança no nosso cardápio.

Mas, é claro, descobri muita coisa que sempre esteve nas prateleiras do supermercado (e até na despensa de casa!) e meu eu senhor-das-guloseimas acabava dispensando sem provar: a granola, o arroz integral, os cookies integrais, a farinha de linhaça… Alimentos que deixam as refeições mais saborosas e não tiram da gente o prazer de comer, pelo contrário: só ajudam a equilibrar melhor nossa dieta. Porque não adianta dizerem que não: agora aprendi na prática que uma boa alimentação influencia (e muuuuito!) no nosso bem-estar.

Por que comer alimentos integrais?

Sabe todos aqueles alimentos brancos ou refinados – arroz, farinha, pães, macarrão, bolachas…? Eles são uma delícia, mas quase não têm bons nutrientes: isso significa que, para o nosso corpo, acabam se tornando calorias vazias. Já suas versões integrais, por não terem passado pelo processo de refinamento, possuem uma película que envolve os grãos e é rica em fibras, vitaminas, e minerais – garantindo eficiência no metabolismo e melhorando o funcionamento do cérebro, do fígado, do pâncreas… Além de produzirem a sensação de saciedade mais rápido. Só saúde! <3

Como faço para me alimentar melhor?

Substituir os produtos que você já consome por suas versões integrais é um bom ponto de partida. E nem precisa se despedir das delícias: existem várias receitas possíveis esperando para serem exploradas na sua cozinha! Assim, você muda sua vida e seus hábitos, se sente melhor em relação à sua saúde e ao mundo e não deixa os pequenos prazeres de lado. =P

A Jasmine, por exemplo, se inspira nesse conceito para ajudar a gente a se alimentar bem: são produtos naturais, integrais e orgânicos, produzidos sem aditivos químicos nocivos à saúde e ao meio ambiente. Além disso, nas redes sociais da Jasmine você encontra dicas muito legais que ajudam na sua alimentação e também receitais incríveis pra sair da rotina sem deixar a saúde de lado <3

Oi, eu sou o bolo de Amaranto e vim te dar água na boca (Confira a receita aqui)
Oi, eu sou o bolo de Amaranto e vim te dar água na boca (Confira a receita aqui)

São mais de 130 opções de produtos com ingredientes 100% naturais, integrais, livres de lactose, colesterol e gordura trans para você escolher e inserir no seu dia a dia. Olha só os nossos favoritos:

Indiretas_Jasmine_Favoritos

No site:

#1 – Granola integral light

#2 – Cookies integrais de chocolate

#3 – Smoothie maçã e uva

#4 – Pipoca zero para micro-ondas

#5 – Maçã seca crocante

Quem quiser conhecer todos os produtos da marca e descobrir quantas receitas bacanas dá pra preparar com eles é só dar um pulo no Blog da Jasmine, passear pelo site oficial e curtir a Jasmine no Facebook.

E não se esqueça: a melhor dieta pra você sempre será feita lado a lado com um nutricionista, que tem posse do seu histórico de saúde e conhece os seus gostos, pra tornar tudo o mais simples e adequado à sua rotina quanto for possível. =)

E aí? Já provou alguma receita integral e quer compartilhar com a gente? Está esperando o quê? <3