‘Nossa, como você mudou’ Sim, mudar faz parte

Inevitavelmente, alguém ao seu lado vai soltar um “Nossa, como você mudou!” Pode ser o tio que você só vê no jantar de Natal, pode ser o melhor amigo que olha para sua cara todos os dias e sabe todas as suas histórias (até aquelas que mais ninguém sabe). Pode ser que seja com um sorriso no rosto e aquele concordar de cabeça de quem admite que assim tá melhor, muito bem obrigada. Mas pode também vir com aquela torcida de nariz e desdém na voz.

A questão é: você mudou. Sim, como não mudaria? Tudo ao nosso redor está sempre se transformando, não passa de uma fase: uma estação de ano, uma temporada de roupas na moda, um estágio da lagarta pra virar borboleta, um emprego, corte de cabelo, período da literatura… Por que é que as pessoas esperam que a gente seja sempre o mesmo? Eu me pergunto. Você deve se perguntar também, em algum momento.

Por mais que às vezes machuque um pouco ouvir aquela frase – principalmente quando vem carregada de um julgamento –, é preciso lembrar que esse é um direito seu. A gente tem liberdade de trocar de posicionamento político, de sabor de sorvete favorito e o que mais for, porque quando a gente muda significa que estamos repensando nossa vida, mesmo que nas pequenas atitudes.

A gente vai juntando uma coisa ou outra na bagagem e deixando outras tantas para trás, porque só a gente sabe o nosso caminho (mesmo que em alguns casos a gente não saiba muito bem pra onde tá indo e se sinta perdido). E ninguém a não ser você pode julgar se o resultado foi para melhor ou pior. Porque ninguém vai viver por você.

Então, da próxima vez que alguém te olhar surpreso e falar “Nossa, mas como você mudou!”, dá um sorriso e responde: “Ainda bem! Já pensou que coisa entediante não seguir em frente?” Se antes me sentia culpada, hoje me sinto aliviada.

Significa que estou fazendo o certo (mesmo quando não sei o que é o certo): estou tentando. E eu me respeito por isso. Se o resto das pessoas não faz o mesmo, que pena. Eles não entenderam que mudar faz parte de crescer.

Comente pelo facebook

Deixe seu comentário!