Você deve assistir a Capitão América – Guerra Civil

O coração já acelera quando o barulho de páginas virando soa nas caixas do cinema e o grande símbolo vermelho retangular ocupa toda a tela. É um filme da Marvel, e mesmo quando um filme da Marvel não é genial, você sabe que suas próximas horas no cinema serão bem divertidas. Mas quando é um dos melhores do estúdio… o que você ganha é bem mais do que diversão. É inspiração sem limites, vinda diretamente de seus heróis favoritos e de tramas inteligentes que questionam o que infernos é ser um herói, afinal. Esse é o caso de Capitão América – Guerra Civil, e você deve ir agora mesmo para o cinema para sentir tudo que o filme proporciona ao fã.

Apenas o elenco e o histórico desses filmes já é um grande motivo para a compra do ingresso, mas se você precisa de um pouco mais de incentivo, aí vão alguns destaques (sem spoilers, claro) que merecem a sua atenção e sua ansiedade!

O conflito central é muito inteligente

Não seria difícil planejar uma aula inteira sobre política, leis, desobediência civil e o papel do governo apenas utilizando o roteiro de Capitão América – Guerra Civil. Decidir se você é Team Cap ou Team Stark é mais do que uma preferência por um herói – é uma decisão sobre quem você é e o que você pensa sobre o funcionamento do mundo, seus ideais e expectativas. Mas não é só um filme sério, claro…

Por trás da política, um coração

Se na superfície o conflito de Guerra Civil é filosófico e político, no fundo de tudo o que move os personagens são seus sentimentos. Temos mortes de entes queridos, divórcio, angústia adolescência, a dificuldade de entender o mundo humano e de pertencer a ele, e acima de tudo, a amizade, e tudo que ela pede de nós – confiança, amor, sacrifícios.

Conheça o Pantera Negra, seu próximo herói favorito

Não é uma introdução tão bombástica como a do Homem Aranha, mas é a que você lembrará com mais carinho após ver Guerra Civil. O Pantera Negra é o coração do filme, um indivíduo que sofre, luta e aprende durante as duas horas e meia de Guerra Civil e ao fim da jornada, conquista completamente seu coração.

O momento de brilhar para Wanda Maximoff

Uma das tramas mais Girl Power da história da Marvel no cinema é a vivida pela Feiticeira Escarlate nesse filme. Tentam calar sua voz e o medo do mundo a leva a temer seus próprios poderes, mas Wanda descobre a sua força e a convicção para lutar no que ela acredita acima de tudo. Wanda é uma adolescente, e vemos ela crescer perante nós na tela de cinema – e o resultado é uma heroina adulta e incrível.

Insetos nunca foram tão engraçados

Por trás de toda a seriedade, dois heróis estão aqui para te fazerem rir – e conseguem isso o tempo inteiro. Esses heróis são o Homem Aranha, que é introduzido pela primeira vez no Universo Marvel no cinema da mais divertida maneira possível, e o Homem Formiga, que é interpretado perfeitamente pelo hilário Paul Rudd.

Para quem gosta de ação, é um banquete

As maiores surpresas do filme estão em cenas de ação completamente ousadas – algumas, lembrando as batalhas e fugas de rua de James Bond, outras, a diversão sem barreiras e com cheirinho de pipoca de Godzilla. Tudo em Guerra Civil é maior e mais ousado. Literalmente.

E para quem não gosta… digamos que tem até uma pitadinha de romance ali na receita desse filme.

Comente pelo facebook

Deixe seu comentário!